Crescendo na Graça e no Conhecimento, e no Apascentamento
A IGREJA PRIMITIVA
18/08/2016

A IGREJA PRIMITIVA: UM MODELO PARA O SÉCULO XXI – Textos bíblicos: Mateus 16.18 e Atos 2.42-47

Introdução
Como deve ser a igreja de nossos dias? Que modelo seguir? Muitos livros já foram escritos sobre a igreja. Muitas propostas de como deve ser a igreja também já foram estabelecidas. Mas nenhum deles substitui o da Igreja Primitiva.
Podemos extrair de Mateus 16.18 algumas verdades a respeito da igreja:
1. A Igreja é edificada sobre um forte fundamento; sobre a rocha, que é Cristo (veja também 1Co 3.10,11; Ef 2.20; 1Pe 2.4,5). Por ser edificada sobre um forte fundamento, a Igreja foi preparada para experimentar um extraordinário crescimento. Ela foi edificada para crescer, para conquistar um grande número de pessoas.
Por ser edificada sobre um forte fundamento, a Igreja foi preparada para suportar grandes tempestades, perseguições sem ser abalada.
2. Ela é pelo próprio Senhor Jesus. A igreja é uma criação divina, não foi inventada por nenhum homem.
3. A Igreja é do Senhor. A Igreja não é nenhum empreendimento empresarial, mas a noiva de Cristo. A palavra “Igreja” vem do grego “Ekklesia” que significa “aqueles que foram chamados para fora do mundo”; portanto, a Igreja é um povo separado para os propósitos de Deus.
4. A Igreja do Senhor é uma Igreja forte, poderosa. As portas do inferno não prevalecerão contra ela. Ela foi edificada para ser vitoriosa. O inferno não pode deter a ação dela no mundo.
Jesus declara a Pedro que edificaria uma comunidade que daria continuidade a sua obra. Um povo santo portador de seu amor, de seu poder, de sua graça. É importante observarmos que Jesus não disse a Pedro que estava edificando a Igreja naquele momento, mas que num futuro próximo edificaria a sua Igreja.
Antes de edificar a Igreja era necessário acontecer algumas coisas: morte, ressurreição de Jesus e o derramamento do Espírito Santo. Após a ressurreição Jesus mandou que seus discípulos fossem e pregassem o evangelho a todas as nações; mais antes deles irem, Jesus também pediu que eles esperassem até que do alto fossem revestidos de poder (Lc 24.49; At 1.8).
No cap. 2 de Atos narra a decida do Espírito Santo. A Igreja inicia no Pentecostes. O Espírito Santo deu início a Igreja. Cheio do Espírito Santo prega o seu primeiro sermão e três mil pessoas se convertem. A partir daí inicia-se a história da Igreja, história que continua até os nossos dias. O livro de Atos não foi ainda fechado, porque a história da Igreja continua. Como sujeitos da história, estamos escrevendo o capítulo 29 de Atos.
A igreja não somente foi edificada sobre um forte fundamento como também foi revestida de poder.
O livro de Atos conta a trajetória da Igreja de Cristo, e em poucas palavras, Lucas descreve as características dessa Igreja; características que devem ser apreciadas pela igreja de nossos dias.
O TEXTO DE ATOS 2.42-47 NOS APRESENTA CINCO (5) CARACTERÍSTICAS DA IGREJA PRIMITIVA:
1. Perseverança v.42
1.1. Perseverança na doutrina dos apóstolos;
1.2. Perseverava na comunhão;
1.3. Perseverava no partir do pão;
1.4. Perseverava na oração.
2. Temor v. 43. Era uma igreja temente a Deus.
2.1. Temor é levar a Deus a sério. É reverência, obediência e respeito.
2.2. O resultado do temor a Deus: realização de prodígios e sinais.
3. Desprendimento, abnegação, altruísmo – vv. 44,45.
3.1. O desprendimento pressupõe a fé comum;
3.2. O desprendimento pressupõe a unidade. A fé em Deus deve promover a unidade;
3.3. O desprendimento pressupõe a amor mútuo.
4. Alegria – era uma igreja alegre v. 46.
4.1. A base da alegria era a unanimidade (unânime – do mesmo sentimento ou da mesma opinião, comum acordo.
4.2. A alegria permite-nos ter uma convivência íntima;
4.3. A alegria estava baseada na sinceridade do coração.
4.4. A alegria é fruto do Espírito (Gl 5.22).
5. Gratidão – era uma igreja que sabia agradecer – v.47.
5.1. Um aspecto da gratidão é uma vida de louvor a Deus;
5.2. Um dos frutos da gratidão é a simpatia: a Igreja caia na graça do povo. Ela chamava a atenção de todos.

Conclusão
Resultado: “E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos”.
A igreja do século XXI precisa ser contextualizada; uma igreja que caia da graça do povo; uma igreja que faça a diferença, uma igreja conquistadora. A Igreja Primitiva ainda é o modelo para a atualidade.

Comentários

Comentários

 

Tel: +55 (11) 2097-2787
E-mail: contato@insjesuscristo.com.br

Compartilhe : Siga-nos : 
Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo ® 2013 - Todos os Direitos Reservados   Web Design Masters da Web