Crescendo na Graça e no Conhecimento, e no Apascentamento
DERRUBANDO GIGANTE
18/08/2016

DERRUBANDO GIGANTES

         Há momentos em nossas vidas que enfrentamos situações que são verdadeiros gigantes. São problemas que nos assustam, assim como Golias assustava o exercito de Israel. O gigante de hoje pode ser desde um problema emocional, espiritual, financeiro e outros. Às vezes, não sabemos o que fazer, com medo, fugimos ou aceitamos a derrota. A Bíblia nos diz em 1 Samuel 17 que em uma guerra entre os israelitas e os filisteus, um homem de grande estatura, bem treinado, um verdadeiro gigante se levantou contra o exército de Israel. Pediu um homem, um guerreiro para lutar contra ele, mas ninguém teve coragem de enfrentá-lo. O próprio rei Saul ficou desesperado, sem saber o que fazer. Pois a luta não era contra um simples soldado, mas, sim, contra um gigante. Foi nesse momento que o jovem, pastor de ovelhas, chamado Davi entrou em cena. Quando ele viu o gigante Golias afrontando o exército de Israel ficou indignado e, num ato de fé, tomou uma atitude de enfrentar o gigante. Usando apenas uma funda e cinco pedras, ele derrotou o gigante e livrou Israel da humilhação. Como derrubar os gigantes de hoje?

Em primeiro lugar, encare o seu gigante (ou problemas) de frente – vv. 20-24. Davi correu para o campo de batalha, foi ver de perto o problema. Se queremos vencer o gigante de nossa vida, devemos encará-lo de frente e não fugir dele. Não fuja de seus problemas, enfrente-os, lute contra eles, não se esconda deles.

Em segundo lugar, não se intimide diante do gigante nem com que as pessoas dizem sobre você – 26-33. Davi não intimidou com o que disseram a seu respeito, ou seja, que ele não podia vencer o gigante. Foi repreendido pelo irmão mais velho (v.28).Foi desqualificado pelo rei Saul (vv. 31-33).  Muitos irão falar que você não tem capacidade para vencer este gigante, que não tem mais jeito, que você é um derrotado.

Em terceiro lugar, não considere o gigante de sua vida como imbatível ou invensível – vv. 34-37. Davi não considerou Golias um guerreiro imbatível, mas um alvo grande e imóvel.Não olhe para os seus problemas como se não tivesse solução, olhe para eles como se já estivessem derrotados pelo poder de Deus.O Senhor é quem te livrará. Davi confiava em Deus.

Em quarto lugar, lute contra este gigante com suas próprias armas – vv. 38-40. Davi escolheu usar suas próprias armas ao invés das armas de Saul. Use o que você tem. O problema é que, ás vezes, queremos usar as armas alheia. “As armas de nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus, para destruição das fortalezas” (2Co 10.4).Assim como Davi não aceitou a armadura de Saul para lutar contra Golias, da mesma forma não podemos aceitar os rudimentos do mundo, pelo contrário, devemos nos revestir do que é espiritual.

 Em quinto lugar, considere esta luta como luta de Deus – 41-51. Davi enfrentou o gigante em NOME DO SENHOR dos exércitos. Não foi com armas carnais, mas no poder de Deus (Sl 20.7).Deus quer pelejar pela sua causa, basta você confiar. Deixe Deus guerrear por você, considere sua luta como se ela fosse de Deus.

Assim como se levantou um gigante para afrontar o exército de Israel e assim levando-o ao medo e ao sentimento de fracasso; gigantes também se levantarão contra as nossas vidas para tentar nos sufocar e tirar a nossa paz, causando em nós desequilíbrios emocionais e espirituais. Mas, assim como Davi não teve medo, mas confiou em Deus, da mesma forma, nós também devemos confiar em Deus e avançar contra o gigante crendo que ele será derrotado pelo poder de nosso Deus. Não podemos fugir dele, mas lutar com as armas que o Senhor nos deu.

Comentários

Comentários

 

Tel: +55 (11) 2097-2787
E-mail: contato@insjesuscristo.com.br

Compartilhe : Siga-nos : 
Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo ® 2013 - Todos os Direitos Reservados   Web Design Masters da Web