Crescendo na Graça e no Conhecimento, e no Apascentamento
É TEMPO DE COLHER
18/08/2016

É TEMPO DE COLHER – JOÃO 4. 31-38

 

Introdução

O contexto deste relato está inserido no diálogo de Jesus com a mulher samaritana na beira do poço. Ali, aquela mulher que tinha ido apenas buscar um pote d’água, acabou encontrando a água da vida. Jesus falou ao coração dela, curou suas feridas e a transformou numa fiel testemunha. É assim que o Senhor faz, Ele nos chama, restaura, cura e envia. (cf. Jo 4.28-30).

I. Prioridade às coisas de Deus – vv. 31-34

1. Os discípulos pedem a Jesus para comer, ou melhor, tentam convencê-lo a comer  – v. 31

Estavam preocupados apenas com o material – satisfazerem a si mesmos. Pensavam apenas em si, o que normalmente acontece em nossos dias; as pessoas se preocupam apenas com seus interesses.

2. Jesus tinha uma comida diferente que estava acima do aspecto material – vv. 32,33

3. A comida de Jesus consiste em fazer a vontade de Deus e realizar a Sua vontade (obra) v. 34

– Jesus foi enviado pelo Pai

– Sua missão messiânica. Ele veio para realizar a obra de Deus. Realizar no grego significa aperfeiçoar, encerrar com sucesso, plenamente.

 

II. É necessário tomar uma decisão entre o tempo natural e tempo de Deus – v.35

1. Precisamos enxergar as coisas do ponto de vista de Deus. Do ponto de vista humano ainda faltam quatro meses v. 35a . E assim vamos adiando as coisas: evangelizar, visitar discipular, estudar a palavra; entregar a minha vida Cristo, me compromissar com Ele.

2. No tempo de Deus o campo já está pronto para a colheita – v.35b

Está branco – há um numero muito grande de pessoas que precisam ouvir a mensagem de Cristo.

2.1. Erguei os olhos – tomar uma atitude – assumir um compromisso em realizar a obra de Cristo.

Precisamos tomar a atitude de nos levantarmos e nos prepararmos para a colheita  pois o campo está branco.

2.2. A igreja precisa sair das quatro paredes e ir ao campo, isto é, ao mundo.

2.3. Não podemos adiar – a ceifa é urgentíssima. No mundo natural, devem passar quatro meses entre a semeadura e a colheita; mas a colheita espiritual pode ocorrer imediatamente após a semeadura da Palavra.

2.4. O presente é o tempo oportuno, devemos aproveitar a oportunidade para fazer a colheita. “Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai as oportunidades” (Cl 4.5). Remi o tempo (Ef 5.16).

 

III. Devemos atentar para a colheita, pois há uma recompensa para os que trabalharem na ceara – v.36

No Senhor o nosso trabalho não é em vão – receberemos o galardão do Senhor.

 

IV. Somos enviados não para semear mais para colher – vv. 37,38

1. Um é o semeador v.37 – Jesus que semeou a sua própria vida – para colher vidas. João 12.24: “Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto”.

2. Outros trabalharam (v.38) – se refere aos que vieram antes: profetas, João Batista e o próprio Cristo. Nós não estamos começando do nada, estamos apenas dando continuidade àquilo que foi iniciado por Jesus e os apóstolos.

 

Conclusão

Através do testemunho da mulher samaritana muitos creram no Senhor Jesus – v.39. Ela saiu e anunciou o que Jesus havia falado para a respeito dela. Testemunhar significa dizer às pessoas aquilo que Cristo tem feito em nossas vidas.

Será que Deus está contente conosco – vamos à igreja, cantamos, batemos palmas e vamos embora e ficamos somente nisto.

Comentários

Comentários

 

Tel: +55 (11) 2097-2787
E-mail: contato@insjesuscristo.com.br

Compartilhe : Siga-nos : 
Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo ® 2013 - Todos os Direitos Reservados   Web Design Masters da Web