Crescendo na Graça e no Conhecimento, e no Apascentamento
NÃO TURBE O VOSSO CORAÇÃO
18/08/2016

NÃO TURBE O VOSSO CORAÇÃO – Jo 14.1-14

 

Nem tudo na vida tem um final feliz é apresentado nos contos de fadas. Nesses contos com um toque de mágica, todos os problemas são resolvidos. A bruxa malvada morre, a princesa encontra o príncipe encantado e vivem felizes para sempre.

Às vezes, somos também influenciados também por essas ideias de que no final tudo acabará bem. As novelas e filmes também produzem essas ideas. No final o vilão é preso ou morto, e todos ficam felizes. Mas a realidade é outra, nem sempre tudo termina bem, nem sempre o vilão é preso. O mundo em que vivemos jaz no maligno, nele, às vezes, os justos sofrem e os ímpios se dão bem. É um mundo que  trás insegurança e medo. É cheio de incertezas e contradições.

Jesus que sabe de todas as coisas, sabia muito bem o que lhe esperava e o que aconteceria com os discípulos. Por isso, conforta e fortalece os discípulos com as seguintes palavras: diante das circunstâncias “não fique tristes e preocupados” (BLH); “não turbe o vosso coração” (ARA).

 

Como não entristecer ou se perturbar vivendo num mundo tão conturbado como o que nós vivemos?

 

1. ELES PRECISARIAM PERSEVERAR NA FÉ – 1b.

Credes no Deus Pai e no Deus Filho. Crer no Pai é crer no Filho. Eles deveriam descansar em Deus e continuar crendo firmemente nele, e da mesma maneira em Jesus.

 

2. ELES DEVERIAM TER CONVICÇÃO DE QUE CRISTO CUMPRIRIA SUAS PROMESSAS – vv. 2,3

2.1. Cristo promete a eles um lar – a casa de meu Pai  – é um lar celestial – v.2;

2.2. Ele promete aos discípulos que voltaria – v.3 (veja também 2Co 1.20; 2Pe 1.4).

 

3. COMPREENDER QUE CRISTO É CAMINHO PARA O NOVO LAR – vv. 4-6

3.1. Cristo é o acesso para o Pai – v.4. Ele é o caminho que leva ao Pai. Não existe outro acesso fora de Jesus Cristo. Ele não é um caminho, como se existisse outros, Ele é o caminho, a única via de salvação e transformação do homem.

 

3.2. Ele é a verdade. Nele se manifestou a graça e a verdade (Jo 1.14). Ele é a verdade que liberta. Ele é verdade sobre Deus porque revela Deus.

 

3.3. Ele é a vida. Por que a vida do Pai está nele (Jo 10.28,9). Ele concede vida eterna aos que creem nele.

 

4. TENDO A CERTEZA DE QUE DEUS PAI É REVELADO NO FILHO – vv. 7-12

4.1. Conhecer a Cristo significa conhecer também o Pai – v.7l;

 

4.2. A dúvida de Filipe – v.8

Filipe tinha um conhecimento parcial de Deus. Filipe representa o tipo de todos que buscam experiências místicas  ou uma visão especial a fim de terem certeza com relação a Deus.

Filipe buscava ver o Pai de modo errado (cf. 2Co 5.7)

 

4.3. Jesus é revelação plena do Pai – vv. 9,10. Ver Jesus é ver o Pai.

 

4.4. As obras realizadas por Jesus é uma demonstração de que o Pai está nele e Ele no Pai – v.11.

 

5. ELES DEVERIAM PERSEVERAR NA ORAÇÃO E NO TRABALHO – vv. 12-14

5.1. Quem crer em Cristo fará obras maiores ainda – v.12. Crer aqui indica uma fé genuína.

Obras maiores – referem-se não a milagres, mas, sim, ao grande número de novos crentes. Jesus pregou e ensinou apenas nas redondezas da Palestina, os discípulos deveriam pregar o evangelho até os confins da terra. É neste sentido que faremos obras maiores do que as de Cristo. E na medida que anunciamos a mensagem de Cristo os sinais nos seguirão como demonstração de seu poder (Mc 16.17,18).

 

5.2. Quem crer obterá resposta às orações – vv. 13,14. Tudo o que for pedido em nome de Cristo será feito. “Nome” não é uma senha para receber benção. Nome representa o caráter de Cristo, a pessoa de Cristo. Pedir em nome de Cristo é pedir na autoridade de Cristo. Isso implica em ter intimidade com Ele, está unido a Ele, está em comunhão com Ele.

Será feito com o propósito de que o Pai seja glorificado.

Deus responderá a oração segunda a sua vontade – Jo 15.7; 1Jo 5.14.

 

Conclusão

 

Jesus não somente consolou os discípulos, como também os fortaleceu e os preparou para enfrentar a realidade. Para não ficarmos perplexos e perturbados neste mundo é necessário:

  • Perseverarmos na fé;
  • Ter a conviccao de que as promessas de Deus se cumprirão em nossas vidas e Cristo de modo algum nos deixará sozinhos;
  • Ter a certeza de que o Deus Pai se revelou na pessoa do Filho;
  • E que neste mundo, pela fé, faremos obras ainda maiores;

Ter a certeza de que tudo o que pedirmos em nome de Jesus, e segunda a vontade de Deus seremos atendidos.

Comentários

Comentários

 

Tel: +55 (11) 2097-2787
E-mail: contato@insjesuscristo.com.br

Compartilhe : Siga-nos : 
Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo ® 2013 - Todos os Direitos Reservados   Web Design Masters da Web